1 min de leitura

Domingo, 01 De Março

Por isso não desfalecemos; mas, ainda que o nosso homem exterior se corrompa, o interior, contudo, se renova de dia em dia. (2 Coríntios 4:16)

Envelhecendo Com Deus


O homem exterior vai se corrompendo — e como sabemos disso! O que é o homem exterior? É o homem físico, o corpo, e muitos de nós estamos conscientes do desgaste constante do homem exterior. Já não existe mais a flexibilidade que costumava haver para caminhar, o vigor físico não é mais o mesmo como era antes. Nos cansamos muito mais facilmente que alguns anos atrás. Não recordamos tanto das coisas como uma vez nos lembrávamos. 

O homem interior é o espírito, a alma, o verdadeiro homem, renascido pelo poder do Espírito Santo. O corpo se torna mais e mais fraco; o homem interior se torna mais forte. Quanto mais nos aproximamos do céu, tanto mais reais se tornarão para nós as coisas preciosas do Senhor. Penso que a figura que Bunyan utiliza em seu livro “O Peregrino” é bela. Ele viu santos de maior idade deitados na orla do rio da vida na terra de Beulá, e eles conseguiam vislumbrar, de vez em quando, a glória da cidade celestial e, outras vezes, pensavam que podiam ouvir as vozes dos santos e seus louvores.

Os anciãos sabem muito acerca disso. Os santos de Deus, que têm vivido para Ele através dos anos e agora estão muito próximos do final desta vida, já parecem ouvir e ver os sons e imagens da cidade celestial, para a qual estão indo. Tenha certeza de que, quanto mais se aproxime do fim, mais reais aquelas coisas serão para ti. “Mas acontecerá que ao cair da tarde haverá luz” (Zacarias 14:7).

 

Realizamos a obra com poucos recursos e precisamos do seu apoio para mantê-lo e expandi-lo. Ajude-nos a alcançar mais pessoas com a Palavra de Deus!

Faça uma doação para o Ministério Chamada

Extraído do livro devocional Boa Semente 2020, publicado pelo DLC.

Confira