1 min de leitura

Quinta Feira, 27 De Fevereiro

Venerado seja entre todos o matrimônio. (Hebreus 13:4)

A Fidelidade Conjugal (Leia Marcos 10:2-12 E Mateus 19:3-12)


Quando Lhe fizeram a pergunta sobre o divórcio, o Senhor Jesus respondeu voltando para as origens: “Desde o princípio da criação, Deus os fez macho e fêmea” (Marcos 10:6).

Desde o princípio, o homem e a mulher se complementam de modo fundamental, como um presente do Criador. Para isso, é necessário uma comunhão íntima e profunda, que é alcançada graças à entrega mútua entre os cônjuges. Por isso, o Senhor Jesus explica que: “Deixará o homem pai e mãe, e se unirá à sua mulher, e serão os dois em uma carne”. E insiste: “Assim não são mais dois, mas uma só carne” (Mateus 19:5-6).

Essa unidade foi o propósito de Deus quando Ele criou a raça humana, homem e mulher. Ele quis tal unidade para a felicidade do casal. Para aqueles que Lhe perguntaram se era lícito repudiar a sua mulher, o Senhor Jesus responde: “O que Deus ajuntou não o separe o homem” (Mateus 19:6). Essa exortação se dirige a todos os homens e mulheres responsáveis diante do Seu Criador. 

Amigos cristãos casados, a fidelidade conjugal é um testemunho do que Deus ofereceu para a felicidade dos seres humanos. A graça de Deus e todos os Seus recursos estão disponíveis para que nossa união seja feliz e vivificadora; primeiramente para nossos filhos, dando-lhes um lar, amor e uma segurança para crescer e desenvolverem-se. Peçamos a Deus que mantenha nosso casamento na graça e que faça de nós testemunhas de Seu amor e fidelidade.

 

Realizamos a obra com poucos recursos e precisamos do seu apoio para mantê-lo e expandi-lo. Ajude-nos a alcançar mais pessoas com a Palavra de Deus!

Faça uma doação para o Ministério Chamada

Extraído do livro devocional Boa Semente 2020, publicado pelo DLC.

Confira