1 min de leitura

Sábado, 22 De Fevereiro

Leva-me para a rocha que é mais alta do que eu. Pois tens sido um refúgio para mim. (Salmo 61:2-3)

Meditações Sobre O Livro Dos Salmos (Leia Salmo 61)


Quando um crente enfrenta o mal, em todas as suas diversas formas, quando é atormentado pelos homens e quando está com o coração abatido, encontra refúgio em Deus (vv. 2-3). Essa foi a experiência de Davi quando estava sendo caçado, primeiro por Saul, depois por Absalão. Essa também será a experiência do remanescente que fugirá da tirania do anticristo.

“Leva-me para a rocha que é mais alta do que eu.” O Espírito de Deus eleva a fé a níveis que a inteligência natural não consegue atingir, o que nos faz sentir indignos de tamanho privilégio. E do alto dessa rocha, o crente exalta o Salvador pelas várias formas de proteção e ajuda que há nEle: uma torre forte contra os inimigos (Provérbios 18:10); um tabernáculo (ou tenda) que o protege da tempestade e do calor do sol; a cobertura de Suas asas, que fala de ternura e segurança.

Assim como no Salmo 56:12, o crente menciona aqui duas vezes seus votos, ou seja, os compromissos que fez com Deus (vv. 5, 8). Este é um ponto importante: não precisamos fazer votos ao Senhor, mas, se o fizermos, temos a obrigação de cumpri-los. Medite em Eclesiastes 5:4-6: “Quando a Deus fizeres algum voto, não tardes em cumpri-lo; porque não se agrada de tolos. Cumpre o voto que fazes. Melhor é que não votes do que votes e não cumpras. Não consintas que a tua boca te faça culpado, nem digas diante do mensageiro de Deus que foi inadvertência; por que razão se iraria Deus por causa da tua palavra, a ponto de destruir as obras das tuas mãos?”.

 

Realizamos a obra com poucos recursos e precisamos do seu apoio para mantê-lo e expandi-lo. Ajude-nos a alcançar mais pessoas com a Palavra de Deus!

Faça uma doação para o Ministério Chamada

Extraído do livro devocional Boa Semente 2020, publicado pelo DLC.

Confira