1 min de leitura

Sábado, 08 De Fevereiro

As misericórdias do SENHOR são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim. Novas são cada manhã; grande é a tua fidelidade. (Lamentações 3:22-23)

Meditações Sobre O Livro Dos Salmos (Leia Salmo 59)


Entre os salmos relacionados às circunstâncias da vida de Davi, este é o mais antigo. Foi composto durante o curso daquela terrível noite em que Saul enviou, por três vezes, seus mensageiros criminosos (1 Samuel 19:11-18) para espreitar (v. 11), capturar (v. 14) e matar a pessoa que ele mais odiava (v. 15; em nosso salmo perceba a determinação deles em fazer o mal — vv. 6-14). Durante aquela noite atribulada, o aflito se volta para Deus: “Tu, SENHOR, Deus dos Exércitos, és o Deus de Israel; desperta” (vv. 4-5; Salmo 44:23; Marcos 4:38). Ele conhece o poder de Deus; sabe que Deus pode livrá-lo se quiser, mas não entende plenamente a fidelidade, a proteção e o cuidado amoroso de Deus para com os Seus (Mateus 8:2-3). Salmo 121:3-8 nos dá uma resposta às dúvidas do crente: “Não dormitará aquele que te guarda” (v. 3). 

Davi experimentou não apenas a força, mas também a misericórdia de seu Deus. O plano de Saul era matar Davi pela manhã (1 Samuel 19:11). Mas para Davi, aquela manhã se tornou uma manhã de livramento, alegria e louvor (v. 16; 2 Samuel 23:4). Assim é para nós também; todos os dias podemos desfrutar da inexplicável misericórdia de nosso Deus!

 

Realizamos a obra com poucos recursos e precisamos do seu apoio para mantê-lo e expandi-lo. Ajude-nos a alcançar mais pessoas com a Palavra de Deus!

Faça uma doação para o Ministério Chamada

Extraído do livro devocional Boa Semente 2020, publicado pelo DLC.

Confira