1 min de leitura

Sexta Feira, 07 De Fevereiro

Tem misericórdia de mim, ó Deus, tem misericórdia de mim, porque a minha alma confia em ti; e à sombra das tuas asas me abrigo, até que passem as calamidades. Clamarei ao Deus altíssimo, ao Deus que por mim tudo executa. (Salmo 57:1-2)

De Um Ídolo Para O Salvador


Davi gastava seu tempo livre lustrando sua moto, que para ele era um verdadeiro ídolo. Ele havia se convertido num profissional em suas provas de estrada. Certo dia, um automóvel de grande cilindrada o seguiu. Era impossível afastar-se daquele veículo, e assim que Davi parou o outro condutor também. – ‘Que controle, que leveza... foi um verdadeiro prazer segui-lo’, disse o condutor do automóvel. ‘Você é o homem que eu estou procurando para exibir a marca de motos que represento’. Então Davi anteviu a competição, o êxito, a glória e a fortuna. 

Depois da moto veio o automóvel. Logo ele fazia parte de um rali internacional. Praticava todos os domingos para estar bem preparado para o dia da largada. 

Ele conta: ‘Um domingo, depois de haver guiado por dezenove horas seguidas, adormeci ao volante... Tiraram-me do meio de uma montanha de ferragens. Na cama do hospital tinha apenas um Novo Testamento que minha tia tinha me dado. Nunca o havia aberto, mas guardava-o comigo por amor a ela e porque ela o tinha recomendado. Abri num lugar qualquer e li: “Que é a vossa vida? É um vapor que aparece por um pouco, e depois se desvanece” (Tiago 4:14). 

Um vapor! Sim, eu estive na fronteira da morte e do juízo que segue a mesma (Hebreus 9:27). Deus me falava solenemente. Reconheci minha loucura e a misericórdia divina’. Naquele dia Davi encontrou a paz com Deus e colocou toda a sua energia ao serviço do seu novo Mestre.

 

Realizamos a obra com poucos recursos e precisamos do seu apoio para mantê-lo e expandi-lo. Ajude-nos a alcançar mais pessoas com a Palavra de Deus!

Faça uma doação para o Ministério Chamada

Extraído do livro devocional Boa Semente 2020, publicado pelo DLC.

Confira