1 min de leitura

Quarta Feira, 15 De Abril

Mas o anjo, respondendo, disse às mulheres:... sei que buscais a Jesus, que foi crucificado. Ele não está aqui, porque já ressuscitou, como havia dito. Vinde, vede o lugar onde o Senhor jazia. (Mateus 28:5-6)

A Ressurreição (4): O Túmulo Vazio


(Mateus 28; Marcos 16; Lucas 24; João 20)

O dia de repouso tinha passado. O túmulo tinha sido fechado com uma enorme pedra, a qual tinha recebido um selo romano e uma guarda de soldados que o vigiava. Apesar de todas essas medidas de segurança, um acontecimento extraordinário teve lugar na noite do sábado, durante a madrugada do domingo (o primeiro dia da semana). O Senhor Jesus desapareceu despercebido, mas houve várias testemunhas que tinham visto os sinais: 

- Os soldados de guarda — que ficaram atemorizados com a aparição do anjo que rolou a pedra que tinha sido colocada na entrada do túmulo — comunicaram essas notícias para as autoridades, mas receberam uma quantia em dinheiro para ficarem calados. 

- Um grupo de mulheres que, ao amanhecer, vieram ao túmulo com a intenção de embalsamar o corpo do Senhor Jesus com especiarias aromáticas. Quando chegaram, ficaram atônitas. A pedra havia sido removida e o túmulo estava vazio. Foi para elas, que tinham vindo honrar seu Senhor morto, que os anjos declararam: “Por que buscais o vivente entre os mortos? Não está aqui, mas ressuscitou” (Lucas 24:5-6). As mulheres deixaram o túmulo, cheias de alegria e temor, para anunciar aos discípulos essas novas extraordinárias. 

- Os discípulos Pedro e João foram advertidos por Maria Madalena: “Levaram o Senhor do sepulcro, e não sabemos onde o puseram” (João 20:2). Eles foram até o túmulo. Estava vazio. Os lençóis que haviam envolvido o corpo do Senhor Jesus estavam no chão, e o lenço que recobria Sua cabeça estava enrolado separado. 

Continua

 

Realizamos a obra com poucos recursos e precisamos do seu apoio para mantê-lo e expandi-lo. Ajude-nos a alcançar mais pessoas com a Palavra de Deus!

Faça uma doação para o Ministério Chamada

Extraído do livro devocional Boa Semente 2020, publicado pelo DLC.

Confira