1 min de leitura

Domingo, 17 De Maio

E quão preciosos me são, ó Deus, os teus pensamentos! Quão grandes são as somas deles! Se as contasse, seriam em maior número do que a areia; quando acordo ainda estou contigo. (Salmo 139:17-18)

Deus É Amor


Vemos um dos pensamentos preciosos de Deus em João 3:16: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. Isso é o que Cipriano chamou de ‘um oceano de pensamentos em uma gota de linguagem’! Quem pode sondar as profundidades desse pensamento? Ele formará o tema da eternidade, será o centro e foco em torno do qual tudo girará.

Não há medida para esse amor — ele desafia todo cálculo humano. A Escritura, por sua vez, não estipula uma medida, antes, simplesmente diz: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira”! No céu, Sua Igreja redimida contemplará para sempre sua profundidade e exclamará: “Mui profundos são os teus pensamentos” (Salmo 92:5)!

Pense naquele amor que culminou com o triunfo na cruz, quando o precioso sangue de Cristo foi derramado, expondo os “preciosos pensamentos” de Deus. Medite naquele momento quando Deus colocou o Seu Isaque, a quem amava infinitamente, naquele altar e O ofereceu em sacrifício (compare com Gênesis 22:1-13). Considere também que esse ato foi um ato de amor pelos culpados e rebeldes indignos: “Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores” (Romanos 5:8).

A cruz foi a forma de Deus mostrar-nos o Seu coração. Sem aquele ato, o oceano ilimitado de amor haveria ficado para sempre calado e oculto no coração de Deus. Agora existe um canal para que este amor tenha a sua expressão; e assim Deus tem manifestado o Seu amor ao enviar Seu Filho Unigênito ao mundo, para que vivamos por meio dEle, porque Deus é amor.

 

Realizamos a obra com poucos recursos e precisamos do seu apoio para mantê-lo e expandi-lo. Ajude-nos a alcançar mais pessoas com a Palavra de Deus!

Faça uma doação para o Ministério Chamada

Extraído do livro devocional Boa Semente 2020, publicado pelo DLC.

Confira