2 min de leitura

Sábado, 20 De Junho

Até que entrei no santuário de Deus; então entendi. (Salmo 73:17)

Meditações Sobre O Livro Dos Salmos (Leia Salmo 73:15-28)


O salmista prossegue sua dolorosa meditação. Então algo diferente acontece. A luz de Deus o ilumina. Ao trazê-lo para o santuário, para a comunhão Consigo mesmo, Deus o faz entender o fim do caminho que o perverso trilha (Salmo 37:38). O caminho inclinado no qual o perverso anda é uma rota escorregadia e leva à ruína inexorável e eterna; no final da jornada aqui, tudo lhe parecerá um sonho vazio (vv. 18, 20). Provérbios 23:17-18 também nos exorta a não invejar os ímpios, e nos ensina que existe um futuro para os que temem a Deus — um bom futuro (Romanos 6:22)!

“Estas cousas vos tenho dito para que tenhais paz em mim. No mundo passais por aflições; mas tende bom ânimo” (João 16:33). O Senhor Jesus deixou bem claro, com Suas palavras e com Seu próprio exemplo, que teremos aflições neste mundo. Isso é certo como o dia e a noite. Essas aflições podem vir de fontes externas e internas, como no caso do salmista aqui. E Deus nos explicou isso para que tenhamos paz nEle, paz que guarda nosso coração e não nos permite ficar embrutecidos e ignorantes (v. 22). 

Na primeira parte deste salmo, o salmista via a situação de uma perspectiva totalmente terrena e humana. Porém, quando Deus o acolheu em Sua comunhão e o elevou sobre uma rocha (Salmo 27:5), ele passou a ver com os olhos divinos, e tudo mudou. Seu coração passa a se derramar em adoração e louvor. Seu prazer já não está mais nas riquezas ou na prosperidade terrena. “Não há outro em quem eu me compraza na terra” (v. 25). Já não importam as provações que ele enfrentará, seu tesouro e sua força é o próprio Deus (v. 26). Antes, o que considerava inútil (v. 13), agora é bom e desejável (v. 28): estar junto a Deus e nEle se refugiar. Quando entramos no santuário (v. 17), ou seja, na intimidade com Deus, no secreto da nossa comunhão com Ele (Mateus 6:6), tudo o que é humano se desfaz, e em Cristo podemos receber os tesouros da verdadeira sabedoria e do verdadeiro conhecimento (Colossenses 2:3).

 

Realizamos a obra com poucos recursos e precisamos do seu apoio para mantê-lo e expandi-lo. Ajude-nos a alcançar mais pessoas com a Palavra de Deus!

Faça uma doação para o Ministério Chamada

Extraído do livro devocional Boa Semente 2020, publicado pelo DLC.

Confira