1 min de leitura

Sexta Feira, 12 De Junho

Que é o homem, para que seja puro? E o que nasce da mulher, para ser justo? (Jó 15:14)

Os Justos


Uma lei de julho de 2000 oficializou o termo “justes” (justos) na legislação francesa, e marcou o dia 16 de julho como um dia memorial nacional. Esses justos ajudaram aos judeus que corriam o risco de serem levados aos campos de concentração. Eles estavam conscientes que agindo assim colocavam suas vidas em perigo, como também sua segurança e liberdade pessoal, e isso sem buscar qualquer recompensa. 

Tal título confere a esses justos uma honra merecida por parte dos homens, mas nos faz lembrar da pergunta da Bíblia que diz: “Como se justificaria o homem para com Deus?” (Jó 9:2).

Depois de milênios da existência do homem na terra, Deus declarou: “Não há um justo, nem um sequer” (Romanos 3:10). Mas em Sua graça, Deus deu ao homem um recurso por meio do qual ele pode ser justificado gratuitamente diante de Deus, sem que com isso Ele tenha que renunciar a Seu caráter de santidade e justiça. Esse meio é a fé no Senhor Jesus Cristo. O Senhor Jesus tomou nosso lugar na cruz, sofrendo a condenação que nós merecíamos. “O qual por nossos pecados foi entregue, e ressuscitou para nossa justificação” (Romanos 4:25). Aquele que crê no Senhor Jesus e em Seu sacrifício expiatório é declarado justo diante de Deus. Qual a vantagem de ser justo? É o gozo e a tranquilidade de não temer nenhuma condenação. “É Deus quem os justifica. Quem é que condena?” (Romanos 8:33-34). Assim, “os justos resplandecerão como o sol, no reino de seu Pai” (Mateus 13:43). Você faz parte desses justos?

 

Realizamos a obra com poucos recursos e precisamos do seu apoio para mantê-lo e expandi-lo. Ajude-nos a alcançar mais pessoas com a Palavra de Deus!

Faça uma doação para o Ministério Chamada

Extraído do livro devocional Boa Semente 2020, publicado pelo DLC.

Confira