1 min de leitura

Segunda Feira, 06 De Janeiro

Disse o néscio no seu coração: Não há Deus. (Salmo 14:1)

É Preciso Ter Muita Fé Para Ser Ateu


A questão da existência de Deus preocupa todo o mundo. Homens célebres escreveram sobre esse tema. Voltaire, por exemplo, reconheceu: ‘O Universo me perturba e eu não posso conceber que esse relógio exista sem que exista o seu relojoeiro’. Mas Isaac Newton escreveu: ‘A maravilhosa construção do Universo com sua harmonia incomparável só pode ter sido realizada de acordo com os planos de um Ser onisciente e Todo-Poderoso’.

Os dois partem duma mesma constatação, quer dizer, que o Universo é tão bem feito que não pode ser fruto do acaso. Mas se Newton aceitou a conclusão lógica que se impõe, Voltaire, ao contrário, parou nas perguntas. Isso acontece porque intelectualmente é mais difícil negar a existência de um Criador supremo do que aceitá-Lo. Foi isso que quis dizer o autor cristão Ralph Shallis em seu livro em francês: ‘É necessário ter muita fé para ser ateu’. De fato, é irrisória a facilidade com que o ateu aceita algo impossível: que o relógio exista, mas que não exista o relojoeiro. Isso não é ter fé. Isso demonstra uma credulidade incompatível com a inteligência. A fé daquele que crê em Deus repousa também na Criação, visível e palpável, e coloca o mesmo numa relação com Aquele que lhe fala. 

A Bíblia usa uma palavra muito forte para designar o ateu: ela o chama de “néscio”. Tal severidade deveria assustar-nos. Se você não deseja ser julgado desse modo pelo próprio Deus, procure-O sinceramente na Bíblia. Ele se revelará a você como um Pai cheio de amor e responderá a todas as necessidades do teu coração. 

 

Extraído do livro devocional Boa Semente 2020, publicado pelo DLC.

Confira