1 min de leitura

Quarta Feira, 01 De Abril

Ora o Deus de esperança vos encha de todo o gozo e paz em crença. (Romanos 15:13)

A Felicidade


Jean Jaurès (1859-1914), um célebre político francês, declarou certa vez: ‘No dia em que se der ao trabalhador dinheiro de sobra para viver, ainda assim ele não terá conseguido ser feliz. Há bens eternos dos quais o homem não pode prescindir’.

A história, sobretudo a do século XX, tem justificado essa afirmação. De modo geral, o homem viu melhorar suas condições de vida, mas não encontrou a felicidade, pois não a procurou ali onde ela se encontra. Nos países mais ricos geralmente constatamos uma grande insatisfação. E na classe mais abastada vemos, frequentemente, doenças psicológicas e suicídio. Onde encontrar o segredo da felicidade? Onde podemos encontrar os bens eternos? 

Existe uma única resposta: em Deus e no seu amor. Deus é amor, mas Ele também é o Deus Santo do qual estamos separados devido aos nossos pecados. O único caminho é reconhecer nosso distanciamento de Deus e aceitar a salvação que Ele nos oferece mediante o sacrifício de Cristo na cruz. Então, sejamos ricos ou pobres, jovens ou velhos, cultos ou ignorantes, descobriremos os bens eternos do evangelho no “Deus bem-aventurado” (1 Timóteo 1:11). Assim, estaremos em paz e satisfeitos com o que temos. Cada dia experimentaremos o amor de nosso Pai celestial, Sua presença e Suas bênçãos renovadas sem cessar.

O Senhor Jesus disse: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas” (Mateus 11:28-29).

 

Realizamos a obra com poucos recursos e precisamos do seu apoio para mantê-lo e expandi-lo. Ajude-nos a alcançar mais pessoas com a Palavra de Deus!

Faça uma doação para o Ministério Chamada

Extraído do livro devocional Boa Semente 2020, publicado pelo DLC.

Confira