1 min de leitura

16 de Janeiro

Vós, porém, amados, edificando-vos na vossa fé santíssima, orando no Espírito Santo." (Judas 20)

Orar no Espírito Santo é um mistério. Essa oração tem a garantia de ser ouvida porque sua origem não é no nosso coração, mas no coração de Deus. Quando começarmos a meditar sobre isso e entendermos esse assunto com nossa mente e com nosso espírito, não teremos coragem de nos tornarmos relapsos na intercessão e na adoração. Samuel, o velho servo de Deus, já havia captado essa realidade quando falou ao povo de Israel bem no fim de seu ministério: "Quanto a mim, longe de mim que eu peque contra o Senhor, deixando de orar por vós." A oração no Espírito é algo tão grandioso, que o apóstolo Paulo o descreve da seguinte maneira: "...porque não sabemos orar como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós sobremaneira com gemidos inexprimíveis." Se, ao orarmos no Espírito Santo, na realidade não somos nós que oramos, mas é o Espírito de Deus que ora através de nós, entendemos que a verdadeira oração vem de Deus e – através do Seu Espírito orando na pessoa que se prostra diante de dEle – retorna para o destino de sua oração, ou seja, retorna para Deus. Que ciclo maravilhoso!

Wim Malgo

 

Confira