1 min de leitura

Terça Feira, 28 De Janeiro

Eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância. (João 10:10)

A Vida Abundante


Enquanto regava meu jardim, notei um besouro em uma flor do meu hibisco branco. Essa é uma grande flor, cuja base tem toques de vermelho e no centro se levanta um grande pistilo recoberto de um pólen de uma brancura resplandecente. O besouro preto chegou e se dirigiu ao coração da flor para extrair seu néctar. Pouco a pouco ele se cobriu de pólen: primeiro as patas, depois as laterais, a cabeça e todo o corpo. Depois de ter dado duas voltas ao redor do pistilo foi embora completamente branco, devido ao pólen. Ao vê-lo partir pensei maravilhado: que riqueza existe na natureza! Desde as plantas até aos animais, tudo transborda de variedade e vitalidade.

O mesmo deveria suceder com a vida espiritual dos crentes, que pode ser rica, variada e sem monotonia. Quando esteve na prisão, o apóstolo Paulo pôde dizer: “Mas bastante tenho recebido, e tenho abundância. Cheio estou” (Filipenses 4:18). De onde procedia esse sentimento de abundância? Ele tinha a certeza de que Jesus, o Filho de Deus, o amava. Desfrutava de Sua preciosa presença. Com o Senhor Jesus, Paulo era rico em sua alma, de modo que podia escrever aos crentes, o seguinte: “Tudo é vosso, e vós de Cristo” (1 Coríntios 3:22-23).

O Senhor deseja que nossa vida espiritual seja rica, próspera, voltada para Ele e para os demais. Ele deu Sua própria vida para nos enriquecer com Ele mesmo, e enviou o Espírito Santo para estar conosco e em nós. Ele deseja que possamos dizer verdadeiramente: “Meu cálice transborda” (Salmo 23:5).

 

Extraído do livro devocional Boa Semente 2020, publicado pelo DLC.

Confira