1 min de leitura

Quarta Feira, 12 De Fevereiro

Exercita-te a ti mesmo em piedade; porque o exercício corporal para pouco aproveita, mas a piedade para tudo é proveitosa, tendo a promessa da vida presente e da que há de vir. (1 Timóteo 4:7-8)

Boa Forma Espiritual


É certo que manter-se em boa forma física requer disciplina e esforço. Para consegui-la, muitos de nossos contemporâneos frequentam uma academia, outros correm, e outros, ou talvez todos eles, seguem uma dieta alimentar rigorosa. 

Do mesmo modo, a boa forma espiritual requer tempo, esforços e prática. O apóstolo Paulo recomenda a Timóteo exercitar-se na piedade. O exercício espiritual pode ser uma alegria, mas sempre exige certa disciplina, quer dizer, estudar a Palavra de Deus, perseverar em oração, ir às reuniões cristãs, e se esforçar para colocar em prática, em nossa vida diária, o que temos aprendido.

Para dedicar esse tempo, é necessário renunciar a certas atividades que nos absorvem por demais e estabelecer prioridades. Mas realmente vale a pena. A boa forma espiritual nos ajuda a resistir às tentações e a viver como o Senhor; ela também nos dá a sabedoria que necessitamos para ajudar aos outros em suas vidas cristãs.

O que pensaríamos de um carpinteiro que se esquece de afiar suas ferramentas ou de um mecânico que não dedica tempo para engraxar sua máquina? O filho de Deus que descuida do seu fortalecimento mediante a oração, o estudo da Bíblia, e a comunhão com o Senhor é, de igual modo, insensato. 

Os instrumentos novos do nosso serviço espiritual perdem o corte rapidamente. Por isso é necessário afiá-los a cada dia. “Antes crescei na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo” (2 Pedro 3:18).

 

Extraído do livro devocional Boa Semente 2020, publicado pelo DLC.

Confira