1 min de leitura

Fé como a de uma criança

Às crianças pertence o Reino dos céus! Por quê? Porque elas têm uma fé inocente, que não está contaminada pelo espírito de um senso pecaminoso, arbitrário e nem pela crítica à santa Palavra de Deus.


Deixem vir a mim as crianças e não as impeçam; pois o Reino dos céus pertence aos que são semelhantes a elas.” (Mateus 19.14)

Alguns pais trouxeram seus filhos até onde Jesus estava. Eles desejavam que Jesus lhes impusesse as mãos e as abençoasse. Os discípulos, porém, os repreenderam: deixem o Mestre em paz! Ele tem coisas mais importantes a fazer.

É mesmo? Jesus contrariou os discípulos. Justamente para as crianças há uma promessa especial de Deus: a elas pertence o Reino dos céus! Por quê? Porque elas têm uma fé inocente, que não está contaminada pelo espírito de um senso pecaminoso, arbitrário e nem pela crítica à santa Palavra de Deus. É uma fé que simplesmente aceita aquilo que Deus faz por nós e nos ordena. Por isso Jesus exorta seriamente seus seguidores adultos: “... a não ser que vocês se convertam e se tornem como crianças, jamais entrarão no Reino dos céus” (Mateus 18.3).

E nós, temos essa fé inocente e salvadora? Uma fé que pode crescer e tornar-se “adulta” pelo entendimento, mas que mantém a confiança imparcial e pura no Pai celestial e Salvador, o qual preparou um lugar para nós no céu?!

Jesus convida as crianças. Venham e nos alegremos.
Jesus convida as crianças. A todos: grandes e pequenos.
“Tragam todas as crianças, o Reino dos céus lhes pertence.”
Jesus nos aceitou a todos, por isso nós vamos a ele.

Apesar de não o vermos, mesmo assim ele convida.
Quer estar ao nosso lado, e não nos abandona.
Chegar até ele é permitido, à mãe e ao pai também.
A todos Jesus aceita. Aproximem-se com coragem!

Lothar Gassmann

 

Confira